segunda-feira, 26 de junho de 2017

Deus é sempre gracioso

Não há um centímetro se quer de nossa existência, em que possamos dizer, que Deus não agiu com graça em nosso favor. Até mesmo naqueles momentos mais sombrios de nossa existência, podemos dizer com toda a certeza, que até mesmo ali, a graça de Deus nos alcançou e nos assistiu.
Deus é sempre gracioso. Sua graça está sempre presente em nossa vida. Não há um dia sequer, que possamos dizer, que sua graça não foi suficientemente demonstrada a nós. Essa é uma verdade estampada nas Escrituras e experimentada pelos personagens bíblicos. Quando estudamos a história dos servos de Deus, verificamos o que estamos tentando demonstrar.
Veja por exemplo a experiência vivida pelo apóstolo Paulo (2 Co 12.1-13). Paulo estava correndo o risco de se tornar soberbo, mas, o Senhor não permitiu. Logo, lhe enviou um espinho na carne. Sendo mais exato, não um pequeno espinho, mas, enviou-lhe uma estaca fincada em sua carne. Tal sofrimento foi muito duro para Paulo. Ele por três vezes orou, pedindo que Deus afastasse dele aquele sofrimento. Mas, a resposta que ouviu do Senhor foi: “A minha graça te basta”.
E o exemplo de Pedro? Momentos antes de Jesus ser entregue para ser condenado a morte, Pedro foi avisado que teria sua vida bagunçada por Satanás (Lc 22.31-34). Pedro seria tentado e negaria a Jesus, apesar de suas vãs promessas de que não o trairia. No entanto, Jesus diz a Pedro, que antes mesmo que tal coisa lhe acontecesse, ele já havia rogado, intercedido por ele.
A graça de Deus nos acompanha sempre, não podemos ter dúvida disso. Assim como foi com Paulo, Pedro e tantos outros servos de Deus, assim é conosco também. Somos filhos de Deus e ele está sempre se compadecendo de nós, como um pai amoroso (Sl 103.13, 14). Cristo Jesus continua sendo nosso intercessor, nosso mediador. Ele está sempre intercedendo por nós e dispensando seus cuidados graciosos.

Em qualquer circunstância, podemos ter a certeza da graça de Deus e de ela nos basta.