segunda-feira, 26 de junho de 2017

A Bíblia: referencial para a família - 2Timóteo 3.14-17

Quantas vezes vocês pais, cônjuges, se sentiram impotentes diante dos desafios familiares? Viver em família, estar casado, administrar os problemas, educar filhos, não são tarefas fáceis, ainda mais, quando consideramos o contexto social em que vivemos e as muitas vozes que ecoam, tentando nos indicar soluções. São muitas as dificuldades enfrentadas e às vezes, a saída não é fácil de ser encontrada.
Diante de tal quadro, os pais, ou os cônjuges, precisam buscar um referencial seguro, uma voz que de fato indique a saída, a solução, que aponte um caminho seguro. Onde podemos encontrar tal referencial, tal voz? Podemos encontrar tudo isso nas Escrituras. A Palavra de Deus, a Bíblia é totalmente suficiente, para nos munir de tudo quanto precisamos para enfrentar os desafios da vida familiar. Ela é a Palavra de Deus e nela encontramos todo o conselho de nosso Deus e Pai.
O apóstolo Paulo, escrevendo a Timóteo, indica-lhe o caminho seguro para que ele pudesse se orientar como pastor e pudesse orientar sua igreja, diante dos desafios da vida, num mundo caracterizado pelo pecado (2Tm 3.1-9). Paulo diz que Timóteo deveria permanecer nas Escrituras, pois, ela provinha de Deus e era suficiente para toda e qualquer situação. O que Paulo disse a Timóteo é válido para os crentes em todos os tempos. A Bíblia é inspirada por Deus e útil em todas as questões. Através dela e nela, os servos de Deus, podem encontrar as orientações e conselhos, para enfrentar os desafios familiares. Sejam quais forem os desafios e dificuldades, as Escrituras Sagradas, podem nos indicar o caminho seguro.
O grande problema é que muitas vezes nos desviamos das Escrituras e achamos mais interessante e apropriado o conselho que ouvimos nas redes sociais ou naquele programa de televisão e etc. Muitas vezes achamos, que para o nosso problema, precisamos ouvir um especialista, alguém formado em determinada ciência e que nos apresente um conselho. Não estou dizendo que, não podemos ouvir um conselheiro, e que seja verdadeiramente cristão. O que estou dizendo é que muitas vezes nos esquecemos de que a Bíblia – esse  livro de capa preta, muitas vezes esquecido, durante a semana em nossa estante – deveria  ser nosso manual de vida.
O melhor e mais sábio dos conselheiros está ao nosso alcance, quando abríamos as Escrituras e nos submetemos à sua “voz”, que ecoa de sua leitura. O Deus Trino, fala conosco e nos indica o melhor caminho, a melhor solução, na verdade o único caminho e a única solução verdadeira para o nosso problema e desafio.

Que a Palavra de Deus, verdadeiramente esteja em cada coração e lar, e que seja a voz conselheira ouvida pelos pais e cônjuges.