quarta-feira, 31 de outubro de 2012

Dia da Reforma Protestante


No dia 31 de outubro as Igrejas Protestantes em todo o mundo, comemoram o Dia da Reforma Protestante. Em tal data em 1517, o monge católico agostiniano, Martinho Lutero, afixou na porta da capela de Wittenberg, na Alemanha, as suas noventa e cinco teses, formuladas contra ensinos que ele considerava contrários às Escrituras Sagradas, a Bíblia. Dentre as doutrinas que condenava em tais teses, combatia a venda de indulgências promovida pela Igreja Católica para arrecadação de fundos.
Lutero não foi o primeiro e nem o único que desejou a Reforma da Igreja. Antes dele outros como John Huss (Boêmia), Wyclif (Inglaterra), desejaram tal Reforma, mas, não conseguiram levar adiante seus ideais.
Depois de Lutero outros apareceram no cenário mundial e contribuíram grandemente para que a Reforma tivesse êxito e chegasse a outras partes do mundo, principalmente na Europa. Um desses foi João Calvino, francês, mas que, por causa da perseguição que sofreu por aderir aos princípios reformados, teve que fugir da França. Calvino foi convidado a ajudar a cidade de Genebra em seu processo de adesão a Reforma Protestante. Escreveu várias obras de conteúdo teológico e exegético. Sua principal obra foi um tratado sobre a Religião Cristã, conhecida como “As Institutas da Religião Cristã”.
A Reforma Protestante se expandiu por diversas partes da Europa, promovendo transformações importantes, não só na religião cristã, bem como na política e economia.
Ainda no século XVI a Reforma Protestante tentou chegar ao Brasil, através dos invasores franceses, que ocuparam a Baía da Guanabara. No século XVII também com a invasão holandesa do nordeste brasileiro várias igrejas Reformadas foram estabelecidas. Contudo, nenhuma das duas invasões teve sucesso, e com isso também a Fé Reformada não pode se estabelecer em solo brasileiro.
No século XIX com a chegada de presbiterianos ao Brasil é que a Fé Reformada pode se estabelecer neste país. É claro que, os presbiterianos não foram os únicos a trazer na bagagem os ideais reformados. Outras igrejas também se estabeleceram no Brasil, a partir do período mencionado, e contribuíram para que os ideais reformados se difundissem.
A chegada de presbiterianos e de outros protestantes ao Brasil coincidiu com os anseios progressistas da sociedade brasileira. Os protestantes participaram e influenciaram mudanças importantes da nossa sociedade, tais como: a laicização do estado brasileiro e o interesse pela educação pública. Liberdade religiosa e educação básica para todos, tratam-se de temas que foram defendidos e promovidos pelos protestantes, já em meados do século XIX. O que se diz hoje acerca da educação foi algo defendido pelos protestantes desde a sua chegada. Não é à toa que as primeiras Igrejas Protestantes, construíam ao lado de seus templo uma escola.
No dia 31 de outubro nos lembramos daquela importante atitude de Lutero, mas também, nos lembramos de todos aqueles que foram instrumentos para que a Reforma Protestante se difundisse em todo o mundo e chegasse também até nós.
Somos gratos a Deus pelos valores e princípios que herdamos da Reforma Protestante. Que Deus nos abençoe usando-nos para a sua Glória!
Soli Deo Gloria!